21/03/2010

O cara do bar da esquina

Eu conheço alguém que já passou pelas entranhas da escuridão, que revirou valores e mesas, que ampliou sua mente e se especializou, se instruiu, cresceu como pessoa e profissionalmente, aprendeu uma língua dificílima praticamente sem sair do mesmo lugar: o bar da esquina. E pra mim não é qualquer esquina, é a minha esquina com o barzinho nojento que continua sendo pra mim e muitos amigos- ponto de referência. O barzinho naquela esquina, naquela cidade que eu poderia rodar o mundo inteiro e viver mais uma vez 20 anos fora do país mas o barzinho está ali e em alguma mesa está sempre, todos os dias, a pessoa física de Sérvio Túlio, sempre sorridente, ás vezes sozinho mas sempre acompanhado da "boazinha". Digo a pessoa física por que a cabeça sem precisar de internet nem de passagens, roda o mundo! Este cara é a prova real de que conhecimento e saber é questão de querer, nada mais.
Queridos amigos, com vocês: Servio Túlio

Sim, Servio, Em algum lugar do mundo a felicidade deve existir... talvez no bar da esquina? Abraço grande, Li