05/02/2007

Cap.25_ Eu, Kaka e eles


As crianças já estão vestidas para ir ao jardim. Sentados com o papa tomando café da manhã. Tudo tranquilo. Já tomei meu chazinho verde, óculos de perto na mão, jornal de hoje. É agora! Entro de fininho, tranco a porta. Respiro fundo, me acomodo e tento relaxar. Meus olhos passeiam rápido pelas manchetes procurando a leitura ideal.
"A Discussão da Placa (Tafelstreit) com duas línguas de Jörg Haider"
O mundo morre a cada segundo e esses escrôtos ficam anos discutindo se é direito ou não colocar placa com dois idiomas em meia dúzia de cidades no fim do mundo da Caríntia, tô fora!
"Protesto estudantil contra a taxa de matrícula da Universidade".
Mané tá reclamando por que vai ter que prestar serviço social 2 horas e meia por semana (ou 60 horas por ano) para se livrar da matrícula. Coitadinho deles! É a Áustria acordando de mau humor do sonho socialista. Sugiro aos estudantes daqui tentarem as Unis públicas do Brasil, são todas de graça! Só tem uma coisinha antes que se chama vestibular...
"José Bové quer ser presidente da França".
Não é aquele fazendeiro que quebrava Mac Donalds? Isto ajuda por que me interessa, começo a ler: "O crítico da globalização e líder dos fazendeiros José Bo..." interrompida por um grito pirralhal:
– MAMA! O Thuthu pegou meu Power Ranger!
TOKTOKTOK (Thadeu esmurrando a porta)
– MAMA, ABRE A PORTA!
Escuto a voz de Thuthu em seus récem completados 2 aninhos tentando se defender:
– Mama, maiê (meine= meu) "bow-râââ", MAIÊ, MAIÊ!
TOKTOKTOK.
Abro a porta. Eles entram em disparada.
– Das ist meine Mama! (Esta é a minha mãe!) Thadeuzinho com a habilidade de espertos 5 anos, se agarra no meu pescoço.
Thuthu abre o berreiro:
– MAIÊ MAMA, MAIÊ MAMA!
Avança em cima de Thadeu com unhas e dentes. Consigo apartar os dois e ofereço uma perna pra cada um sentar. Eles se acalmam. Silêncio. Thadeu respira fundo, franze todos os músculos da cara e solta um gemido: iiiiihhhh. Thuthuzinho como sempre repete tudo o que o irmão faz: "iiiihhhhh".
Guri grande: – Deixa eu ver, mama?
Guri pequeno: – Mama, Thuthu êêr?
– Não, meninos, vão lá com papa, ele tá sozinho...
PRRRUMMMMBURUMMMBBUURRRUMBUM: Barulho de metralhadora.
Os dois caem na gargalhada. Meus óculos tortos na cara, o jornal amarrotado e pisado no chão.
– Agora deixa eu ver, mama.
Thadeu coloca uma mão nas minhas costas e me puxa com toda a força para eu levantar. Ththu faz o mesmo do outro lado mas com seus poucos aninhos desajeitados vai muito fundo na tarefa sujando a mão. Eu levanto como de uma mesa de operação, ainda em estado narcótico, catando papel, afastando criança, tire esta mão suja daqui! cadê meus óculos?
Thadeuzinho olha lá pra dentro e fala:
– Uau! Bonitão, mama!
Thuthu também olha e aponta com o dedinho sujo:
– Mama, Kaka iiino! (=cocô lindo!)

4 comentários:

joyama disse...

Gente! Com 2 pimpolhos nao se pode nem mesmo ir ao banheiro em paz. Vou curtindo muito a minha bizuquinha enquanto ela ainda nao anda e nao fala. Sabe como é crianca né, o que eles ouvem eles repetem. Hahaha!

Anônimo disse...

Oi!
Talvez você não se lembre de mim... Sou amiga do Gustavo de Niterói.
Também tô trabalhando com o Gil e ele me mostrou seu blog! Precisei postar para te dizer que me delicio com sua crônicas.Morro de rir com suas histórias, seus filhos são as coisas mais linda do mundo e pelo o que vejo você tá criando eles de uma maneira bem humorada e deliciosamente critica. Você é uma escritora! Fernanda Young que se cuide!

Beijos!

Lina Mares disse...

Obrigada, Anônima. Mas amiga de Gustavo cabelo, careca ou do meu primo? Será que te conheco? Mistério...Anyway, bom saber que vc curte ler. Abrc, Li

Vicky disse...

Espero que esteja tudo bem com voces, jah tem mais de uma semana que eu entro no blog e nao tem nada postado...

Eh carnaval, gente! Mas eu soh lembrei pq abri o site do Globo e tinha fotos da Viradouro!!! :-)