24/01/2007

Cap. 24_ Rugas, cabelos brancos e declinados

No Guichê de Informações da Volkshochschule (Escola profissionalizante) folheando o programa á procura de um curso de alemão:
Atem und Stimme - Mut zum eigenen Ton
Não preciso, isso eu tenho até demais. Berrar é comigo mesmo!
Ab morgen nehme Ich ab! (A partir de amanhã emagreço!)
Só se for comendo Manner Schnitten e tomando Budweiser (Cerveja)...
Konfliktmanagement (Admnistrando conflitos)
Aprende-se a apartar briga de pirralho?
Freie Malerei (Pintura livre)
Não obrigada, já tenho dois "freie" pintores lá em casa!
NLP Resonanztraining mit Pferden
Wie bitte? Cuméquié? Programação Neurolinguística com cavalos?
"Aprende-se com a sabedoria dos cavalos a superar situações difíceis na vida..." Bom, o dia que eu enlouquecer e injeção na testa não fizer mais efeito eu tento isto, por enquanto não...
Erfinden Sie sich neu! (Invente-se de novo!)
Olha, até que não é uma má idéia...Mas já faço isto todo dia...
Irgendwie sind Sie nicht ganz glücklich mit Ihrem Leben? É...Mais ou menos... Irgendetwas scheint zu fehlen? Talvez...Sei lá na verdade!
...dann sind Sie in diesem Kurs richtig. Peraí, Hare Khrisna e Assembléia de Deus fala a mesma coisa e com eles não tem Kursgebühr (taxa de curso)...
Effizient mit seiner Umwelt kommunizieren!
Acho que este seria bom pois digo e repito todo dia de manhã pra Thadeuzinho: colocar a roupa, tomar café da manhã e escovar os dentes e ele entende: brincar, folhear pato Donald e comer chocolate!
Happy Bauch
Quem disse que a barriga fica feliz? Se ela falasse iria com certeza xingar durante a aula inteirinha
Bollywood Dancing
Aprender aquelas coreografias cafonérrimas? Nem morta!
Möbelrestaurieren (Restauração de móveis)
Isto seria ótimo por quê tá tudo caindo aos pedaços lá em casa
Achei! Era isto que eu estava procurando: Alemão para estrangeiros
Sicheres Deutsch (Alemão firme)
Sentiu firmeza?
Deutsch Nonstop (Alemão sem parar)
Até um berrar: num tô podendo mais!
Deutsch perfekt (Alemão perfeito)
Não peço tanto mas...
A atendente já impaciente, interrompe meus confusos pensamentos:
– Bitteschön? (Pois não?)
– Eh...eh..Vocês tem Deutschreparieren? (Restauração do Alemão)
Ela me faz um meio sorriso tipo "que-piadinha-boba".
– Como assim?
– É por quê eu já moro aqui há muito tempo e sei falar a língua mas como a senhora pode perceber, meu alemão é muito kaputt (quebrado)...
– Há quanto tempo você mora na Áustria?
– Ah, já perdí as contas. Mais de 10...
– Meses?
– Anos!
– Tski, tski, tski, complicado...
– É, também acho a língua alemã complic...
– Não a língua, o teu caso é complicado...
Gostaria de contár-lhe -pra dar um clima mais entspannt (agradável) á conversa- quantos cabelos brancos e rugas de expressões já adquirí por causa destas benditas declinações mas depois de ouvir tanto troço declinando errado, ela seria com certeza capaz de me mandar para o mobral austríaco!
– Hum, Deutsch II não é, VI? Também não tá pra tanto...Qual é a tua profissão mesmo? Artista gráfica? Ah, tem cada curso de desenho maravilhoso, olha este aqui: "Como pintar natureza morta"...
A esta altura resolvi interromper a conversa. Agradeci a atenção enquanto colocava o programa dos cursos na bolsa prometendo pensar com calma sobre o "teu caso", digo sobre o meu curso. Fui embora frustada, arrasada com raiva da língua (die Sprache, der Sprache, Das Sprache?) com a raiva na língua, com o raio da língua, ou com ous raios... que o parta.
Chegando em casa, lí a carta de tia Mariinha:

"Minha querida sobrinha Lina
Quanto tempo nao recebia uma carta de verdade escrita á mão! Que lindo! E as fotos maravilhosas que dão pra pegar, sentir...tão diferente do que ver no computador. Enfim, amei!
Você sabe, sua tia sempre deu tanto valor á lingua bem escrita e falada, portanto querida, nao fique chateada mas preciso fazer algumas correções no teu português:
1) Por mais magra que estejas: "Kilo" se escreve com qu (Quilo), e amamos o "Kalendário", digo calendário.
2) Teoréticamente nem na teoria! Correto é teóricamente. (Sua tia esperta já deduz então que em alemão é theoretisch, acertei?)
3) A receita do empadão deve ser uma delícia, o dia que eu descobrir o que é Basilicão e Coriandão eu faço (seria talvez mangericão e coentro?).
4) Quanta honra a sua mas "Tia" se não for no início da frase, escreve-se "tia" tanto quanto todos os substantivos em português que não sejam nomes próprios: "filhos" por mais que sejam grandes sempre se escreve em minúsculo. Assim como inverno, frio, neve, casa, berros, mãe, nervos, crianças, paciência, louca, briga, irmãos, bagunça, histérica e etc.
Fico por aqui te desejando um inverno bem quentinho e tempo para você ler um pouquinho mais em português, de preferência os clássicos (com "c"!) que a tia tanto gostava de te emprestar. Machado de Assis, José de Alencar... E para os meninos já encomendei Monteiro Lobato (você leva da próxima vez).
Um abraço grande, muitos beijos.
Saudades,
tia Mariinha."

Minha auto-estima que já estava lá embaixo, desceu mais ainda. Peguei o Thadeuzinho no Jardim de Infância e ele reforçou o astral-crise:
– "Mamáe", você pode para mim este brinquedo na mochila colocar? (...) O Mário levou um tombo e tá com o joelho "blutando"! (bluten= sangrando).
Assim não dá! Acordei no dia seguinte decidida, botei meus cuturnos de neve pra dar firmeza no andar e no espírito, café pra esquentar os ossos e clarear a mente. Strassenbahn (Bondinho), metrô, vento na cara e encarei de novo a Frau (dona) da Sekretariat, digo Secretaria (minús- ou maiúsculo?). Ela fez aquela cara de "ih-lá-vem-a-pirúa-doida-de-novo":
– "Bitteschön! Qual curso a senhora vai querer fazer? Alemão? Pintura? Temos também este aqui: Desenhando Mosaicos...
– Não, não...wissen Sie... (Sabe o que é...) eu pensei bem e decidí algo bem melhor. Vocês tem Português para estrangeiros?

Obs.: Se alguém se interessar em fazer alguns destes cursos, estes e muitos outros estão aqui

8 comentários:

Raquel Briggs disse...

Ótimo Lina!! Adoro seus textos. Às vezes falo uns besteiróis em inglês também que fica feio. Bola pra frente!!

Lembre-se que é a sua segunda lingua, entao podendo se comunicar, tá 'ótemo'.

Quero ver se alemão (ou qualquer estrangeiro)que fala português BEM consegue juntar certinho coisas do tipo os limões da caipirinha, as mãos sujas, no restaurante, no bar... E verbo entao: ir, vamos, vou, fui, ia, iria, quero ir, quis ir, estava querendo ir...

Eu nao gosto de falar coisa errada tambem entao faco como voce quando acontece: Piada!!

Bjs!!

gilzinho disse...

GENAU TOTAU

Gisele Moura disse...

Ai que meda... Sera que isso vai acontecer comigo. Desde que comecei a estudar meu alemao já nao vai bem. Aqui escrever nem pensar com esse declado sehr different... Ja to substitui a menstruacao pelo period e todo mes blutto de mas... É eu vejo que sou um caso perdido... Melhor para o Brasil eu zurück mas nao sei onde está meu Reisepass... Ui...Caramba e hoje ainda fiz um Strudel de frutas... é de frutas tropicais e esqueci a castanha de caju... Ai ai ai... Falta agora eu ligar para voce e dizer Hier ist Frau Silva!
beijos adorei o texto.

Vicky disse...

Sem grilo... Quando estive em Niteroi agora no Natal tinha horas que ficava boiando sem saber o que falar. No sinal do ABEL me pararam para pedir informacao, no que eu respondi "sorry, I couldn't hear you."... Daih para ser assaltada por ter cara de gringa ainda por cima, um pulo! Never mind...

Um dia ainda crio coragem de trazer um Aureliao de verdade na mala...

Zieckzack disse...

Liebe Lina
Eu ainda consideriert mich engatinhando nos estudos da língua germânica. Mas eu preciso confessieren que ich habe entendieren perfektamente o drama. E adorei o texto. Aliás, me divirto muito com seu blog. Com relação ao portuguêsischsch, "preocupieren Sie nicht!" é igual a radfahren (biciclieren).
Küsssssssssssss!
ST

Robert disse...

Lina,

basicamente a mesma coisa está acontecendo comigo.
A única diferença: sou alemão no Brasil...
Abraço
R

joyama disse...

Muito engracada a sua explicacao dos cursos! Já passei também por essa frustracao de ainda nao saber alemao direito e esquecer o português. Foi na época em que trabalhei como linguísta e só escrevia fonemas. Volta e meia escrevo algo errado em português.Que vergonha, ainda mais porque sou formada em Letras pela UFF!!! Vou dar uma revisada na Norma Gramatical Brasileira nos próximos dias. Mas acho que a melhor forma de nao deixar a língua enferrujar é ler muito.

Zelia_BR AT disse...

Livia? Lina?
Menina... Chorei de tanto rir!!!
Estava mesmo precisando ler algo assim e, seu texto caiu como uma pedrada certeira no meu mal humor matinal.
Parabéns pelo style!!! Ganhou uma fã.
PS. Encontrei o endereço do seu blog na comunidade "Eu moro/morei na Austria!"